Pesquisas Eleitorais

 
Encontre aqui sua Pesquisa
Pesquisa

Aumenta vantagem de petista Marcia Rosa sobre Ex-prefeito Nei Serra

27/09/2012


​A segunda rodada de pesquisa eleitoral realizada pelo IBOPE Inteligência em parceria com a TV Tribuna, entre os dias 17 e 19 de setembro, mostra que a atual prefeita Marcia Rosa, candidata do PT, sobe oito pontos percentuais, obtendo agora 50% das intenções de voto. Já o candidato Nei Serra (PSDB), oscilou negativamente de 33% para 27% das citações.

Em patamar inferior, o candidato Engenheiro Pedrinho de Sá (PTB) oscila de 3% para 6% das intenções de votos. Já Toninho da Elétrica (PSOL) mantém o mesmo índice de 1% aferido na rodada anterior. Declaram intenção de votar em branco ou anular o voto 8% dos eleitores entrevistados. Já o percentual de eleitores que não sabem em quem votariam, apresenta redução de 11% para 8% dos entrevistados.


Período de campo: 17 a 19 de setembro de 2012
Tamanho da amostra: 602 eleitores
Margem de erro: 4 pontos percentuais, considerando um grau de confiança de 95%
Solicitante: SAT-SISTEMA A TRIBUNA DE COMUNICAÇÃO DE SANTOS LTDA.
Registro: Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo sob o protocolo Nº SP-00983/2012
Data de Publicação: 20/09/2012


​Votos válidos

Nesta mesma pergunta, se fossem computados apenas os votos válidos – excluindo os indecisos e os votos brancos e nulos – a candidata Marcia Rosa ficaria com 59% das intenções de voto, enquanto Nei Serra estaria com 33%. Pedrinho de Sá teria 7% e Toninho da Elétrica se manteria com 1%.

Destaques por segmentos

A estabilidade nas intenções de voto para os candidatos acontece em quase todos os segmentos, mas há algumas mudanças significativas entre as duas rodadas. As intenções de voto para Marcia Rosa aumentam mais expressivamente nas faixas etárias de 30 a 39 anos (41% para 50%), de 40 a 49 anos (39% para 49%) e de 50 anos ou mais (37% para 49%).

Além disso, as intenções de voto em Marcia Rosa oscilam positivamente de forma mais acentuada entre eleitores da 5ª à 8ª série (35% a 49%) e com ensino superior (41% para 52%). Dentre os eleitores com renda de até dois salários mínimos, é identificado um crescimento acentuado nas intenções de voto (38% para 51%).

Espontânea

Marcia Rosa, com 44% de menções, e Nei Serra, com 21%, aparecem na frente da disputa também na pergunta de intenção de voto espontânea, ou seja, sem apresentação dos nomes dos candidatos. Em relação à primeira rodada, os valores atuais representam um ganho de 10 pontos percentuais para a candidata petista e uma perda de três pontos percentuais para o candidato tucano. Os que declaram pretensão de votar branco ou nulo somam 8%, enquanto os indecisos somam 23%. 

Expectativa de vitória

Neste momento, 66% dos eleitores de Cubatão acreditam que a próxima prefeita será Marcia Rosa, independente da intenção de voto declarada por eles, ao passo que 18% acreditam na vitória de Nei Serra. Outros 13% não sabem ou preferem não responder.

Rejeição

O candidato peessedebista Nei Serra e a candidata petista Marcia Rosa apresentam as maiores taxas de rejeição, 38% e 27%, respectivamente, isto é, as maiores proporções de entrevistados que afirmam que não votariam neles de jeito nenhum. Em relação à primeira rodada, identifica-se aqui um crescimento de sete pontos percentuais na rejeição a Nei Serra e queda de dois pontos percentuais na rejeição a Marcia Rosa.

Toninho da Elétrica tem 19% de rejeição declarada e Engenheiro Pedrinho de Sá obtém 13%. Antes, estes possuíam 20% e 17%, respectivamente. Outros 7% afirmam que poderiam votar em qualquer um, enquanto 14% não sabem ou preferem não responder a pergunta.

Avaliação da administração municipal

A gestão de Marcia Rosa, atual Prefeita de Cubatão, é considerada ótima ou boa por 46% do eleitorado cubatense, ao passo que um terço (33%) avalia sua administração como regular e 19% consideram-na ruim ou péssima. A maioria (61%) aprova a gestão municipal de Marcia, ante 32% que a desaprovam.
 
Quando questionados sobre qual é o problema de maior gravidade enfrentado pela população da cidade, entre três citações possíveis por entrevistado, a saúde é o mais apontado, com 56% das menções. Segurança Pública vem em segundo, com 29% de citações, seguida da geração de empregos, com 28%.

Avaliação das administrações estadual e federal

A administração de Geraldo Alckmin é avaliada como ótima ou boa por 54% dos eleitores de Cubatão, enquanto 27% consideram sua administração regular e 9% ruim ou péssima. Um em cada dez eleitores não sabe avaliar a gestão do peessedebista.

A maioria dos eleitores de Cubatão (67%) considera ótimo ou bom o governo da Presidente Dilma Rousseff, contra 25% que o avaliam como regular, e 5% que o consideram ruim ou péssimo. Declaram não saber avaliar a atuação da presidente, 3% dos eleitores.

 

 Outros Graficos

 

Selecione uma das opções abaixo para ver os resultados detalhados por variáveis sociodemográficas. Em seguida, clique nas abas abaixo do gráfico para escolher a variável desejada (sexo, idade, escolaridade e renda).

 

Somente desta rodada            Histórico de todas as rodadas