Pesquisas Eleitorais

 
Encontre aqui sua Pesquisa
Comunicado

Balanço do 2º turno

27/10/2014

Entre sexta e domingo do segundo turno, o IBOPE Inteligência realizou 20 pesquisas em 13 estados brasileiros e no Distrito Federal (Acre, Amazonas, Amapá, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima e Rio Grande do Sul), além da pesquisa nacional. As tendências – e os vencedores – foram apontados corretamente em 12 unidades federais e na disputa pela Presidência.

Essa campanha foi bastante difícil desde o início. Muitos acontecimentos impactaram na decisão do eleitor e o IBOPE Inteligência mostrou a influência de cada um deles: morte de Eduardo Campos, seguida da ascensão de Marina Silva e sua queda após críticas de todos os adversários, bem como o crescimento de Aécio no final do primeiro turno. No início do segundo turno as pesquisas captaram Aécio numericamente à frente, a virada de Dilma na última semana (54% X 46%), culminando na última pesquisa, com a petista tendo 53% e o tucano, 47%. Apurados os resultados, Dilma foi eleita com 52% contra 48% dos votos válidos para Aécio, confirmando as tendências apontadas.

Disputa estadual

As tendências também foram apontadas corretamente nos estados, sendo que em metade deles as disputadas mostraram-se bastante acirradas desde o início da campanha de segundo turno. Ainda assim, apontamos corretamente os vencedores em 12 dos 14 estados pesquisados.

As únicas exceções são Mato Grosso Sul e Amazonas. Nestes dois estados os candidatos estiveram tecnicamente empatados em todas as pesquisas realizadas, inclusive naquelas feitas na véspera da eleição. Não foi realizada pesquisa de boca de urna, sendo que em cada um desses dois estados 4% dos eleitores não apontavam candidato para governador na pesquisa realizada entre 22 e 24 de outubro. Esses eleitores, que decidem seu voto cada vez mais tarde, fazem a diferença no resultado final.